sábado, 18 de junho de 2011

Escrevi seu nome na areia,


o mar levou; escrevi seu nome no copo, o copo quebrou; escrevi seu nome no meu coração, e lá para sempre ficou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário